Resenha: Victoria e o Patife | Meg Cabot

1810

Londres

Lady Victoria Arbuthnot

Capitão Jacob Carstairs

Começam um jogo de gato e rato assim que se conhecem

Mas será que onde há tanta implicância pode nascer também um amor?

Será que algum deles está disposto abrir mão do controle?

Quem irá ceder?

Mas Victoria tem opinião forte e está comprometida com Hugo Rothschild, que ela jura ser o amor da sua vida

Já Jacob Carstairs não desiste tão fácil das coisas e corre atrás do que quer.

Nesse jogo de gato e rato só quem vai vencer é o amor!

“Um dia, Lady Victoria, você vai conhecer um homem cuja a vontade não poderá ser moldada para se adequar aos seus interesses. E quando isso acontecer, você vai se apaixonar por ele”.

Sinopse: Neste romance histórico juvenil escrito pela autora de “O diário da princesa”, acompanhamos a trajetória de Victoria. Criada pelos tios na Índia, ela é enviada a Londres aos 16 anos para conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?

#OpiniãoEuAmo: Eu já disse várias vezes aqui no blog e nas redes socais o quanto eu sou fã do trabalho da Meg Cabot, passei minha adolescência inteira lendo os livros dela, então eu estava cheia de expectativa sobre Victoria e o Patife, mas pra minha tristeza foi a maior decepção.

Eu esperava muito mais do enredo e principalmente do desenvolvimento dos personagens. A Victoria é uma menina cheia de si, com opiniões muito fortes, mas que quer mandar na vida dos outros, ela não evolui quase nada como pessoa ao longo da narrativa.

Não ligo que um personagem comece assim, mas gosto quando ele evolui, tipo Pokémon sabe?

A história não é envolvente, não te cativa. O momento que fica legal (zinha) é quando vamos pra parte final do livro, que é onde as coisas acontecem de verdade.

Aí eu te pergunto meus caros leitores porque a autora não acelerou o início que acontece vários nadas e não desenvolveu melhor a evolução dos personagens, a problemática da história e a paixão entre o Capitão e a Victoria?

Aliás, o Capitão Jacob Carstairs e a família dela são os melhores da história!

O livro é escrito em 3º pessoa, tinha muito tempo que não lia livro assim, a maioria dos que tenho estão em 1º pessoa. E ele é bem curtinho, então mesmo cheio de problemas você consegue terminar rápido.

Ahh eu amei a capa também, super fofa!

Uma coisa legal (nem tudo está perdido) é que mostra muitas vezes as diferenças culturais entre a Índia, que é de onde a Victoria veio e Londres.

Enfim, pra mim não funcionou o livro, mas pra vocês pode dar certo.

Esse livro foi lançado esse ano (2017) pela Galera Record e foi o primeiro que recebi da minha parceria com eles.

Espero que vocês tenham gostado da resenha e se já leram esse livro contem pra mim o que acharam.

Acompanhe também o blog pelas redes sociais:

Instagram: @blogeuamo

Twitter: @blogeuamo

Facebook: blogeuamo

Beijocas <3

#UmMundoDeHistórias