O que você precisa saber antes de ir para Foz do Iguaçu

Hey pessoal!!

No post de hoje tem mais sobre minha viagem e dessa vez são dicas preciosas que tenho certeza que vai ajudar na hora de se preparar para os passeios.

Aposto que para alguns viajantes de plantão já aconteceu de chegar em um lugar e não saber de nada, não achar informações necessárias e ter que se virar nos 30 pra fazer tudo dar certo.

Por isso, o que você precisa saber antes de ir para Foz do Iguaçu está aqui!

Dica 1: Essencial

Por favor andem sempre com o documento oficial, claro que aeroporto é normal usar a todo momento, mas eu por exemplo sou meio displicente depois que saio do avião e em Foz não dá pra dar mole por ser uma região de fronteiras.

Lembrando que é documento original e só aceita passaporte, identidade ou CNH (a fronteira da argentina é muito rigorosa).

Dica 2: Passeios

– Use muito protetor solar, Foz é muito quente e só escurece ás 9h da noite;

– Não esqueça do repelente principalmente para usar em passeios que anda bastante como as Cataratas e o Parque das Aves;

– Carregue água por todo lugar (lembra? É quente);

– Não sei se preciso falar, mas vou reforçar: roupas confortáveis ajudam na hora de fazer as caminhadas;

– Se vocês forem no Rafain Churrascaria Show é bom comer antes de começar o show, depois você fica vidrado na parada e é difícil sair da mesa;

– No DutyFree tem ótimos preços de perfumes e hidratantes, mas tome cuidado com as filas, caso tenha horário par ir embora entre nelas pelo menos meia hora antes;

– Nas Cataratas do Iguaçu compre a capa de chuva caso não queira se molhar, mas do contrário se aventure nos jatos de águas refrescantes durante a passarela para a Garganta do Diabo, só lembre de guardar a câmera. Molha muito e pode estragar seu equipamento;

– No Marco das 3 froteiras (brasileiro) você pode usar seu ingresso durante o dia e validar no caixa para assistir o show a noite (recomendo);

– No Icebar lembre-se de colocar calça e tênis, lá eles só oferecem o casaco térmico e luva. Sinto dizer que se tiver em outros trajes vai congelar ou terá que pagar o aluguel da roupa;

– Se for na Mesquita Árabe as mulheres precisam estar de calça ou vestido/saia no tornozelo. Se não tiver, por R$ 5,00 você pode alugar a saia.

Dica 3: Transporte

– Lá não tem Uber, apenas táxi, ônibus ou a empresa de turismo. É difícil conseguir fazer algo a pé;

– As empresas de turismo tem uma certa vantagem do que o transporte comum, ela possuem passagem especial nas fronteiras, então ao invés de enfrentar 3h de fila, você passa 1h;

Em alguns passeios ela também tem benefícios, as filas das Cataratas são enormes e indo por empresa de turismo você corta filas quilométricas.

Dica 4: Paraguai

– É recomendado comprar tudo em dinheiro, poucas lojas são confiáveis (mas existem, eu comprei algumas coisas no crédito) para comprar no cartão. O risco de clonagem é bem alto;

– Cuidados com as taxas de IOF e do cartão, no crédito eles cobram mais 10% e débito 5% (sem contar o IOF, que vai descobrir o valor na fatura);

– Cada loja tem sua própria cotação do dólar, então prestem atenção e peçam sempre pra te falarem o preço em real

– Não deem aténção aos vendedores de rua, eles são extremamente invasivos e por favor não comprem coisas ilícitas (normal vê isso pelas ruas);

– Cuidado ao atravessar a rua, faixa de pedestre é enfeite e o trânsito só não é pior que da India;

– Tenha noção de preço, algumas coisas valem a pena serem compradas no Brasil;

– Cuidado no aeroporto com a Polícia Federal, cada pessoa tem direito a $ 300 dólares, se você comprar mais que isso tire das caixas e façam de uso pessoal.

Dica extra: Preço dos ingressos

– Cataratas do Iguaçu: R$ 36,00

– Itaipu Panorâmica: R$ 38,00

– Rafain Churrascaria Shoe: R$ 136,00

– Marco das 3 fronteiras: R$ 19,00

– Parque das Aves: R$ 45,00

É isso pessoal, espero que vocês tenham gostado de todas essas dicas de viagem e me contem se usaram alguma.

>>Roteiro de Viagem: Foz do Iguaçu

Instagram: @blogeuamo

Twitter: @blogeuamo

Facebook: blogeuamo

Beijocas <3

#UmMundoDeHistórias