Achei coisas legais #18

Hey pessoal!

Cara, tava com saudade de fazer o “Achei coisas legais” tem um tempinho já que não faço esse “quadro” pra vocês, mas ele está de volta!

E vamos que vamos porque como já dizia o grande sábio Giovanni Improtta “O tempo ruge e a Sapucaí é grande”.

No nosso resumo de hoje tem 2 resenhas (já aproveita elas pra escolher a leitura do final de semana), tem post sobre a nossa querida e amada INSPIRAÇÃO.

Minha leitura foi um nocaute (vai lá descobrir o livro pra entender a referência haha) na minha visão sobre redes sociais.

A música que separei é um hino do Jota Quest que eles regravam pro novo DVD acústico e cara quem já amou na adolescência cantou com todo vigor essa música.

E o vídeo reflete muito o momento que estou passando agora e talvez isso também esteja acontecendo com vocês, não deixa de assistir. O quote é de um livro queridinho pelas pessoas (ou pelo menos sua maioria).

>>Resenha: Coração e Alma | Maylis de Kerangal

Esse livro é a morte e seu vazio quando alguém parte
Não sei se há dor maior do que perder um filho
Esse livro é a angustia de quem precisa tomar decisões a beira do caos
Esse livro é a vida, uma nova chance para alguém que precisa tanto recomeçar

>>Inspiração: e se ela não vier?

Ahhh o que podemos fazer com essa tal chamada INSPIRAÇÃO? De onde ela vem, quando surge? Onde vive? Posso comprar? Será que vende na padaria? Eu aposto que você já ficou que nem um maluco procurando por ela e nada de aparecer…

>>Resenha: Mãos quentes | Leslie Kelly

Com suas mãos ele a transformou
Era pra ser um erro, mas foi se tornando algo maior
Ela não achava que ia ficar tão envolvida
Que ele ia despertar os sentimentos que até então estava morto e enterrado dentro dela
Bem-vindos a história de Jack e Maddy

Nocaute | Gary Vaynerchuk

O marketing tradicional sempre foi uma espécie de luta de boxe unilateral, em que as empresas desferem ganchos de direita nas mesmas plataformas – rádio, TV, mídia impressa, outdoors e, mais tarde, internet – para chegar logo ao nocaute (leia-se ‘fechar a venda’).
Era uma luta injusta, mas funcionava. Os clientes não tinham alternativa a não ser absorver o golpe. Agora, as mídias sociais transferiram a luta para um novo ringue, onde os consumidores se mostram prontos a desafiar as empresas, expressando suas opiniões e interesses antes de comprar alguma coisa.
O que resta aos profissionais de marketing e aos gestores em geral é adaptar-se a esse novo ambiente. Como o empreendedor, investidor, youtuber dos negócios e especialista em marketing digital Gary Vaynerchuk ensina neste livro, eles devem aprender a dar jabs (metáfora para as interações que fazem o consumidor rir, pensar, brincar, sentir-se valorizado ou escapar por um tempo das chateações da vida) em vez de só desferirem ganchos de direita (os costumeiros calls to action).
Os exemplos de erros e acertos analisados por Gary vão acelerar – e muito – esse aprendizado, bem como a análise detalhada das redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Pinterest, Snapchat, Vine e Google+.

É preciso amar direito
Um amor de qualquer jeito
Ser amor a qualquer hora
Ser amor de corpo inteiro
Um amor de dentro pra fora
Um amor que eu desconheço

Será que o mundo tá certo e eu tô viajando? #EstalosDaExpedição

“As vezes é bom recomeçar” – Julian Albans (Livro: Extraordinário | R.J Palacio)

Espero que tenham gostado do “Achei coisas legais #18” e bom final de semana.

Até breve!

Beijocas <3

#UmMundoDeHistórias